Reformar apartamento alugado: o que você pode ou não fazer e quando vale a pena!
Voltar para o blog

Reformar apartamento alugado: o que você pode ou não fazer e quando vale a pena!

Saiba como reformar apartamento alugado. Entenda o que pode ser feito, quando vale a pena e quem deve pagar pela reforma.

 

Você acabou de alugar um apartamento. Entretanto, ele não é exatamente o que você queria. Talvez se a parede do quarto fosse de outra cor, houvesse móveis planejados, algumas luminárias aqui e ali ou outro tipo de mudança, o imóvel estivesse à altura do que você deseja. Porém, como se trata de um apartamento alugado, é possível fazer mudanças?

 

A resposta para a pergunta acima é: depende. Depende do que você quer fazer, do contrato e da autorização do dono. Assim, reformar apartamento alugado é possível, mas são necessários alguns cuidados.

 

Reformar apartamento alugado? Apenas com permissão!

 

Normalmente, o locatário tem direito a realizar benfeitorias e reformar o apartamento alugado, desde que haja consentimento do locador. Você não pode fazer mudanças apenas de acordo com sua vontade; a reforma do apartamento alugado deve passar pela aprovação e permissão do dono. Nesse caso, sempre peça uma confirmação por escrito e anexe ao contrato.

 

Consultar o locador também é importante para descobrir mais sobre a estrutura total do imóvel. Antes de realizar qualquer tipo de reforma, você deve se atentar à estrutura do prédio e condomínio. Não dá para simplesmente sair quebrando e furando paredes, pois, assim, você corre o risco de acabar comprometendo alguma viga de sustentação, instalação elétrica ou hidráulica.

 

Contrato
Quando você for alugar um apartamento, antes de fechar o contrato, a recomendação é passar com o dono todas as reformas e melhorias que você deseja fazer, para verificar se são possíveis e pedir autorização. Aliás, o ideal é que todas essas reformas estejam mencionadas em contrato.

 

Vistoria
Antes de mudar para o apartamento alugado, procure realizar uma vistoria. Esse momento deve servir para verificar se existem danos ou defeitos na estrutura do imóvel, problemas elétricos ou hidráulicos, problemas de esgoto ou qualquer outra imperfeição que possa comprometer seu conforto ou o funcionamento do local. Importante lembrar que reformas ou consertos desse tipo são responsabilidade do locador.

Assim, após verificar e/ou resolver qualquer problema e questão, chegou a hora de reformar o apartamento alugado e deixá-lo com a sua cara e gosto. Por isso, fizemos uma lista com os tipos de reformas que podem ser feitas, o que não pode e algumas dicas e especificações que podem ajudar. Vamos à lista?

 

O que pode ser feito ao reformar apartamento alugado?
- Pintar as paredes
Uma das primeiras coisas que vêm à cabeça de muitos quando se mudam para uma nova casa ou apartamento é pintar as paredes. Esse tipo de mudança é capaz de trazer a sensação de propriedade e pertencimento que quem ocupa um imóvel tanto procura..

No entanto, se você resolver pintar as paredes, verifique seu contrato. Muitos exigem que o apartamento seja pintado novamente de branco no momento em que for entregue de volta ao dono.

 

- Mudanças nos banheiros
Se você quiser fazer mudanças no banheiro, você pode instalar chuveiros ou duchas de acordo com seu gosto e também trocar o assento sanitário.

Caso faça modificações do tipo, guarde em algum local os acessórios que já vieram no apartamento, pois, assim, quando for devolver o imóvel, você poderá retirar o que é seu e colocar no lugar os objetos que já estavam.

 

- Forrar paredes
Além de pintar as paredes, existem outras maneiras de dar uma cara nova aos arredores do imóvel. Você pode colocar papéis de parede nos cômodos, colar adesivos, instalar espelhos etc. Mas, assim como quando você decide pintar as paredes, deve devolvê-las em branco, ao sair do apartamento deve deixar as paredes da mesma forma que estavam e retirar qualquer adereço que tenha posto.

 

- Cortinas, prateleiras e quadros
Para colocar algum dos objetos acima, em geral, é necessário furar a parede. Por isso, quando for retirar os objetos, será necessário fechar os furos. Mas, você também tem a opção de fixar os objetos com algum prendedor adesivo.

 

- Opção: limpeza
Na maioria das vezes, só uma boa limpeza em rejuntes e revestimentos encardidos ou gastos já faz uma boa diferença, resolvendo o problema. Porém, se você quiser trocá-los, será necessário consultar o locador.

 

O que não pode ser feito ao reformar apartamento alugado?
Como mencionamos diversas vezes, muitas reformas necessitam da autorização do locador. Mas, além da autorização, determinados tipos, principalmente os que alteram a estrutura do imóvel, ainda precisam passar pela permissão de um engenheiro.

 

- Derrubar parede
Se você está pensando em derrubar alguma parede, analise quanto tempo você vai ficar no imóvel para saber se realmente valerá a pena realizar essa obra. Além disso, é muito importante saber se a parede não comporta alguma viga estrutural e de que maneira ela foi construída, pois, dependendo do que a parede conter, derrubá-la pode acabar comprometendo a segurança da construção. Para esse tipo de obra é indispensável ter um profissional acompanhando.

 

- Trocar o piso ou o azulejo
Existem vezes nas quais o revestimento que já está no apartamento não agrada o novo morador. Entretanto, antes de querer trocar o piso ou azulejo, mesmo que seja apenas em uma parte, avalie se o investimento vale a pena e converse com o proprietário para ver se ele concorda.

 

Muitos inquilinos, buscando uma solução menos complicada e mais barata, aplicam adesivos ou papel contact em vez trocar o piso ou o azulejo. Isso vai dar uma cara nova ao ambiente, sem precisar trocar e com a possibilidade de ser retirado posteriormente, no momento em que for devolver o apartamento.


Quem paga pela reforma: locador ou locatário?
Quem deseja reformar apartamento alugado logo pensa na questão: quem deve pagar pela reforma? É normal ter dúvidas. Por isso, vamos esclarecer o que você precisa saber a respeito do assunto.

 

Cada lado, tanto locador como locatário, tem suas responsabilidades. Algumas são definidas no contrato, outras estão previstas na Lei do Inquilinato (responsável pelo mercado de locação de imóveis residenciais no país).

 

É responsabilidade do locador entregar o imóvel em boas condições de uso. Ele também fica responsável pelas reformas estruturais, necessárias para o uso do imóvel e para corrigir desgastes ou problemas causados por terceiros, como ajustes elétricos, hidráulicos, de esgoto, parede, telhados etc.

 

Já o locatário deve arcar com reformas necessárias em caso de danos provocados por mau uso. Além disso, em caso de melhorias e benfeitorias, que vão valorizar o imóvel, ele pode negociar com o locatário algum tipo de desconto no aluguel ou pagamento. Entretanto, se o locador não quiser, não precisa arcar com nada, ficando a critério e custo do locatário.

 

Dicas para quem quer reformar apartamento alugado:
Contrate bons profissionais: eles vão fazer com que a obra ocorra de maneira mais tranquila e garantir bons resultados. Portanto, busque por empresas e profissionais sérios, que sejam qualificados e tenham experiência;


Não dispense o projeto: ter o acompanhamento de um engenheiro ou um arquiteto é muito importante, principalmente em imóveis antigos, já que a reforma deverá exigir uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou Registro de Responsabilidade Técnica (RRT). Além disso, obras que têm projeto, em geral, são mais rápidas e previsíveis, evitando muitos problemas e dores de cabeça;


Siga as regras do condomínio: antes de fazer mudanças e iniciar qualquer obra, procure saber e seguir o horário permitido para obras no condomínio. Isso vai evitar problemas com os novos vizinhos. Além disso, é essencial entregar aos órgãos competentes e ao síndico toda a documentação adequada para que sua obra não seja embargada.


Compensa reformar apartamento alugado?
Você já entrou em acordo com o locador quanto a todas as reformas que deseja realizar. No entanto, mesmo tendo sua permissão, será que realmente vale a pena reformar apartamento alugado? Para descobrir, você deve pensar no investimento que vai aplicar, no trabalho que terá, no tempo que vai precisar despender, em quanto tempo vai passar no imóvel etc. Além disso, não se esqueça também que reformas podem trazer surpresas desagradáveis e você pode acabar precisando gastar mais do que tinha planejado. Por isso, somente após responder a todas as questões e analisá-las, decida o que fazer.

Com um tempo de pesquisa, análise, bom senso e conversa com profissionais, será possível saber se compensa reformar apartamento alugado e, assim, ficar em paz e transformar um imóvel alugado em seu verdadeiro lar.

Outros posts

  1. Você sabe quais procedimentos e documentos necessários para compra de um imóvel?

    Você sabe quais procedimentos e documentos necessários para compra de um imóvel?

    Na compra do seu imóvel ideal, queremos que você tenha a melhor experiência possível com a Exatus Imóveis, para nós, sua satisfação é prioridade absoluta!!!! Vamos conferir os procedimentos e document...

  2. Veja as dicas para construir um jardim em casa

    Veja as dicas para construir um jardim em casa

    As plantas purificam o ar, dão sensação de relaxamento e permitem contato com a natureza São muitos os benefícios de ter um jardim em casa. As plantas purificam o ar, oferecem a se...

  3. VAMOS DESCOMPLICAR?!

    VAMOS DESCOMPLICAR?!

    ✔️ Começaremos uma serie que lhe dará algumas dicas para facilitar o dia-a-dia. ➡️ Para remover odores, mofo, umidade e desinfetar estofados de tecido!!* Comece escolhendo um dia ensolarado para fazer...

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência.

Exatus Imóveis

Geral
(55) 99905-9011
Geral
(55) 3333-7853
Aluguel
(55) 99704-0034

Exatus Imóveis

Geral
(55) 99905-9011
Aluguel
(55) 99704-0034